Fidelizar pacientes

Está difícil fidelizar pacientes? Veja os 5 passos para uma estratégia de fidelização que poderá ser aplicada na sua clínica médica.

Com tanta concorrência, até mesmo o fato de fidelizar pacientes está mais difícil! Mas o que fazer para melhorar esse aspecto em especial? Essa é a pergunta que muitos gestores de clínicas médicas e os próprios médicos estão se fazendo.

O paciente busca — e necessita, cada vez mais, de um atendimento que não se limite à consulta médica. Ele quer uma experiência positiva, onde ao chegar à clínica médica seja recepcionado cordialmente, encontre um ambiente agradável e não fique por horas esperando.

Por fim, todos os esforços para fidelizar pacientes serão compensadores para ambas as partes. Afinal, o paciente, que procura o médico porque está com algum problema, fica menos apreensivo e a clínica médica na certeza de ter prestado um bom trabalho.

Agora, vamos aos 5 passos? Continue lendo e aplique cada um deles!

1. Melhoria do relacionamento com o paciente (dentro e fora da clínica)

O médico fez a consulta, o paciente saiu do consultório, se despediu da secretária e foi para casa. Para muitas clínicas médicas, o atendimento acabou por aí. Esse é um dos principais erros, sabia? Medidas simples, como enviar um SMS ou e-mail personalizado, pedindo como foi a experiência dele fazem muita diferença.

Para fazer isso, não é necessário ocupar grande parte do seu tempo ou das secretárias. Um software médico preparado oferece funcionalidades de envio automático ou programado por alguém da sua equipe.

Além do bom atendimento na clínica, uma ação pós-consulta vai surpreender o paciente e fazê-lo se sentir especial.

2. Conhecimento maior do seu paciente

Clínicas médicas que conhecem mais sobre cada paciente tendem a fidelizá-lo! Faça um cadastro mais completo e tenha um feedback sempre que possível, por meio de conversas, pesquisas de satisfação e incentivo a sugestões. Em seguida, aplique o que achar importante.

Com um entendimento melhor do que cada um gosta, como horários em que preferem ser atendidos, as suas chances de fidelizar pacientes serão muito maiores. Para isso, basta ter um sistema de gestão que vá suportar um bom número de informações e disponibilizá-las a poucos “cliques” na mesma tela.

3. Valorização do aspecto visual e de estrutura

Ao entrar na clínica, o paciente tem a sua primeira impressão das condições da estrutura do local. Neste momento, é fundamental que ele não sinta que está em um ambiente “frio”, mas tenha a sensação de acolhimento. Mantenha disponível poltronas confortáveis, jornais e revistas, televisão, Wi-fi, água, chá, café e biscoitos. Se tiver espaço, pode personalizar o ambiente de acordo com o tipo de público que você recebe.

Se já faz um bom tempo que você não avalia o ambiente e não acrescenta nada de interessante, é bom rever isso logo. Como trabalha todos os dias neste local, pode ser que não tenha percebido as falhas na estrutura e o quanto precisa mudar. Trocar ideias com pacientes e a sua equipe é uma ótima medida para fidelizar pacientes.

4. Cumprimento do horário

O paciente já procura pelo médico quando precisa de ajuda e pode estar em uma condição debilitada. Deixar ele esperando um tempão é péssimo para a imagem da clínica e dos profissionais médicos. Mesmo que seja difícil manter todos os horários certos, procure cumpri-los ao máximo.

Organize a sua agenda com um tempo razoável entre uma consulta e outra, evitando que a demora inesperada de uma complique todas as outras. É bem melhor conquistar um paciente que foi bem atendido, do que deixar dois cansados de tanto esperar.

Cumprir horários e fidelizar pacientes é uma combinação perfeita!

5. Controle dos resultados das ações para fidelizar pacientes

Depois de realizar os passos anteriores, é hora de avaliar os resultados de suas ações. Veja se os pacientes estão retornando e indicando os seus serviços para outras pessoas. Para isso, não esqueça de registrar as informações em seu sistema de gestão e pedir como o novo paciente ficou lhe conhecendo.

 

Fidelizar pacientes pode até ser mais difícil do que há alguns anos, porém, com um atendimento cordial e personalizado, estrutura confortável e adequada, cumprimento de horários e conhecimento mais profundo de cada paciente, você chega lá! Até porque, de clínicas e consultórios as cidades estão cada vez mais cheias, e só permanecerão fortes aqueles que aceitarem as mudanças.