Software médico

O que avaliar na hora de escolher um software médico? É necessário analisar muito mais do que o preço! Saiba como fazer a melhor escolha.

Não escolha um software médico antes de ler este conteúdo!

Para facilitar a vida de médicos, colaboradores de clínicas e a dos pacientes, um software de qualidade é a melhor alternativa. Mas, você sabe como escolher um software médico?

Mesmo quem já utiliza um software médico, será que fez a melhor escolha? Descubra agora, juntamente com quem ainda não decidiu qual vai comprar. Continue lendo!

Primeiro, conheça as vantagens de se ter um software médico

Clínicas médicas que enfrentam dificuldades em conciliar agenda de consultas, prontuário, faturamento de convênios, gestão financeira, histórico de pacientes e ainda prestar bom atendimento, precisam de um software médico.

Veja as vantagens:

  • Agilidade, eficiência e melhoria no atendimento ao paciente;
  • Tempo bem menor de digitação durante as consultas;
  • Controle preciso de entradas e saídas financeiras;
  • Agilidade e eficácia no faturamento de convênios;
  • Automatização e fácil acesso ao histórico do paciente;
  • Inserção de exames e outras informações diretamente no prontuário;
  • Organização plena da agenda e possibilidade de mais agendamentos;
  • Auxílio durante a consulta;
  • Divisão das tarefas com os demais profissionais da clínica;
  • Controle eletrônico das informações que permite um acompanhamento diário do movimento da clínica e diminui o índice de erros.

Vale lembrar que algumas clínicas ainda trabalham com diferentes sistemas para cada necessidade. No entanto, ao adquirir um software de qualidade, elas podem unir tudo no mesmo local. Por exemplo: fazendo uma busca por determinado paciente, é possível verificar seu histórico clínico, bem como se possui pendências financeiras.

Agora, saiba como escolher um software médico

Os critérios para escolher um software médico levam em conta uma série de questões:

Confiança e sigilo

Confiança é essencial em qualquer área, principalmente em se tratando de saúde — onde o sigilo é indispensável. O software deve oferecer um amplo controle de acesso aos dados clínicos do paciente, permitindo um controle rigoroso de quais usuários tem acesso a eles.

Funcionalidades para efetuar backups regulares dos dados também são indispensáveis.

P.S.: Peça a opinião de outros médicos que já utilizam o software que você pretende adquirir.

Suporte técnico e manutenção

Quando se trata de sistemas, um suporte técnico eficiente é essencial. No caso de dúvida ou qualquer problema, você precisa contar com o apoio técnico.

Busque parceiros que ofereçam um suporte continuado, cujo acesso ao serviço seja simplificado e direto. Pergunte ao seu fornecedor sobre os horários e dias em que os serviços de suporte são disponibilizados. Certifique-se de quais serviços estão inclusos no suporte.

Um suporte técnico atuante pode ajudá-lo a extrair do software todos os benefícios possíveis. Pois, de outro modo, é muito comum os softwares serem subutilizados por falta de conhecimento do usuário. Este cenário é agravado quando não existe um suporte técnico acessível.

P.S.: Além do suporte técnico, a empresa de software deve oferecer atualizações de recursos de forma contínua.

Adaptabilidade e praticidade na hora de usar

A área médica, devido às diferentes especialidades e áreas de atuação, tem necessidades e fluxos diferentes de trabalho. Busque um software que ofereça recursos que o torne adaptável às suas necessidades. Não confunda praticidade de uso com escassez de recursos. O software pode e deve ter muitos recursos — é importante que ele produza fluxos práticos para o trabalho diário de cada usuário.

Como já mencionamos em outros conteúdos, um software que atenda às diversas necessidades da clínica, integrando o controle de agenda, atendimento clínico, faturamento, controles financeiros, emissão de notas e ferramentas gerenciais, pode aumentar significativamente a produtividade.

Preço

Sabe por que deixamos este item por último? Muita gente pensa que é o fator mais importante, mas não é bem assim. Sistemas muito baratos podem não oferecer serviços adequados de suporte e manutenção, sigilo total, entre outros que também falamos anteriormente.

Antes de pensar em preço, pesquise sobre a reputação da empresa e faça uma escolha baseada na qualidade.

 

Na hora de escolher um software médico, levante as suas necessidades e avalie o que mais precisa de atenção. Considere todos os itens que você acabou de ler e não fique adiando a automatização dos seus processos internos.